|

O direito de votar em eleições não é sinal suficiente de democracia — Shikha Patnaik

Basta ouvir qualquer liberal na internet por algum tempo para perceber que um de seus argumentos mais recorrentes será o de que “países capitalistas são democráticos, e Estados socialistas são ditaduras”— mas será que esta afirmação é verídica? Neste pequeno artigo, Shikha explica didaticamente o caráter ilusório da “democracia” capitalista, cuja maior evidência reside na interferência empresarial em eleições governamentais.

|

Os Coletes Amarelos se revoltando contra o centrismo são bem intencionados – mas seu populismo de esquerda não mudará a política francesa — Slavoj Žižek

Neste texto, Žižek comenta sobre os protestos dos Coletes Amarelos e afirma que é impossível implementar as reivindicações dos manifestantes no sistema capitalista atual — ao mesmo tempo, os Coletes Amarelos também não são, para o autor, ambiciosos o suficiente para provocarem uma mudança rumo a uma nova realidade não-capitalista, mais igualitária e ecologicamente sustentável.

Com os Coletes Amarelos: contra a representação, pela democracia — Christian Laval, Pierre Dardot
| | |

Com os Coletes Amarelos: contra a representação, pela democracia — Christian Laval, Pierre Dardot

Os protestos dos Coletes Amarelos botaram de pernas pro ar o establishment político francês nestes últimos meses. Poucas vezes existiu um presidente tão odiado quanto Macron é hoje, e sua liderança aparenta cada vez mais fragilizada. Neste artigo, Dardot e Laval analisam os protestos e o que eles podem significar para a política francesa. Pontos notáveis do texto incluem uma explicação do motivo que impulsiona a recusa dos Coletes Amarelos de serem representados por meio de porta-vozes e partidos, a defesa e elogio de ações de democracia direta tomadas por certos grupos dentro do movimento, e o ataque dos autores àquilo que chamam de “quietismo político” e “fatalismo” advindo de certas figuras possuidoras de suposta certeza absoluta do destino fascista do movimento.

|

“O verdadeiro inimigo das massas está em nosso próprio porão” — Klaus Gietinger

Loren Balhorn entrevista o autor e cineasta Klaus Gietinger sobre seu novo livro, Um Cadáver no Canal Landwehr [Eine Lieche im Landwehrkanal; O Assassinato de Rosa Luxemburg na tradução inglesa da Verso]

Economia moral, poder e os Coletes Amarelos — Samuel Hayat
| | |

Economia moral, poder e os Coletes Amarelos — Samuel Hayat

Algo que vem causando muita, muita dor de cabeça em quem se presta a analisar o movimento dos Coletes Amarelos é a estranha unidade e coesão que este possui, mesmo não tendo sido fruto de grandes organizações e sim da reunião de diversas iniciativas locais. Neste texto que traduzimos, o sociólogo francês Samuel Hayat oferece uma possível explicação para isso: a defesa, pela ampla maioria dos membros do movimento, de pautas que nascem de uma “economia moral”, termo criado por E. P. Thompson para descrever uma maneira (conservadora) de abordar as relações econômicas muito comum nos movimentos e revoltas do século XVIII.

Sinais dos tempos, imagens do futuro: uma reflexão sobre os Gilets Jaunes e a revolta na França — Void Circle
| |

Sinais dos tempos, imagens do futuro: uma reflexão sobre os Gilets Jaunes e a revolta na França — Void Circle

Algo que vem causando muita, muita dor de cabeça em quem se presta a analisar o movimento dos Coletes Amarelos é a estranha unidade e coesão que este possui, mesmo não tendo sido fruto de grandes organizações e sim da reunião de diversas iniciativas locais. Neste texto que traduzimos, o sociólogo francês Samuel Hayat oferece uma possível explicação para isso: a defesa, pela ampla maioria dos membros do movimento, de pautas que nascem de uma “economia moral”, termo criado por E. P. Thompson para descrever uma maneira (conservadora) de abordar as relações econômicas muito comum nos movimentos e revoltas do século XVIII.

URGENTE: Um grupo de Coletes Amarelos é formado para disputar as eleições parlamentares francesas
| | |

URGENTE: Um grupo de Coletes Amarelos é formado para disputar as eleições parlamentares francesas

No dia 23 de janeiro, uma fração do movimento dos Coletes Amarelos, autointitulada Frente de Iniciativa Cidadã [Ralliement d’initiative citoyenne, RIC] anunciou sua intenção de concorrer nas eleições parlamentares francesas de maio de 2019. Foi publicada inicialmente uma lista com 10 nomes que concorrerão em nome do RIC, mas a frente política afirma que pretende,…