Entrevista de Moishe Postone: a atualidade da Teoria Crítica
| |

Entrevista de Moishe Postone: a atualidade da Teoria Crítica

OUTROS TEMPOS EXIGEM OUTROS CONCEITOS Jochen Baumann conversa com Moishe Postone sobre a atualidade da Teoria Crítica[1]Essa entrevista foi publicada em 1999. Em 2003 e 2007 apareceram, respectivamente, os textos “O Holocausto e a trajetória do século XX” e “Considerações sobre a história judaica como … Continue reading Jochen Baumann: O que você entende por marxismo…

Libertando o pensamento dos pensadores – Gabriel Tupinambá
|

Libertando o pensamento dos pensadores – Gabriel Tupinambá

Ideias.. Ideias, preciso confessar, me interessam mais que homens – me interessam mais que tudo. Elas vivem, lutam, e morrem, como homens. É claro que podemos dizer que só as conhecemos através dos homens, assim como só conhecemos o vento através dos galhos que ele dobra – mas ainda assim o vento é mais importante…

O desejo de riqueza do subproletariado romano —Pier Paolo Pasolini
|

O desejo de riqueza do subproletariado romano —Pier Paolo Pasolini

Eu os observo, esses homens, educadospara uma vida diferente da minha: frutosde uma história outra, e encontradosquase irmãos, aqui, na última formahistórica de Roma. Eu os observo: todostêm um ar de vaqueiro adormecidoarmado com uma faca; e seus fluidosvitais são de uma escuridão profunda,como a icterícia papal de Belli,não púrpura, mas um cinzento opaco,de vômito…

Encontro com o 25 de abril, 50 anos depois — Ricardo Menezes
|

Encontro com o 25 de abril, 50 anos depois — Ricardo Menezes

Por um euro se compram os cravos nas esquinas. Senhoras pequenininhas como minha vó, torrando ao sol da primavera — que vem já desacreditada depois de um inverno imenso. Por um euro se compram os cravos para enfeitar a lapela ou os cabelos naquilo que já é um símbolo e um desfile cívico. Os ex-combatentes,…

Entrevista de Pedro Rocha de Oliveira a Tadeu Breda: “Breve história do progressismo antipático”
| |

Entrevista de Pedro Rocha de Oliveira a Tadeu Breda: “Breve história do progressismo antipático”

“Que, diante da ascensão da extrema direta, as forças progressistas e de esquerda brasileira se transformaram em ferrenhas defensoras da institucionalidade injusta e desigual que vigora no país — e que até pouco tempo criticavam ferrenhamente —, todo mundo sabe. Mas ninguém ainda havia explicado esse processo ao grande público como Pedro Rocha de Oliveira,…

A modulação da subjetividade – Wesley Sousa

A modulação da subjetividade – Wesley Sousa

A notícia divulgada pelo jornal britânico The Guardian, sobre a “descoberta” de que a Geração Z, principalmente homens jovens, está cheia de conservadores (01 de fev. de 2024), como se fosse alguma surpresa, levanta um ponto interessante sobre a interpelação da ideologia na modulação da subjetividade contemporânea1. Antes de adentrar ao conteúdo mais conceitual e…

Antes do desejo: por uma ética de esquerda – Nico Namo Spitale
| |

Antes do desejo: por uma ética de esquerda – Nico Namo Spitale

Este ensaio se debruça sobre a atual desproporção de forças entre a reprodução do capital e o sujeito revolucionário. Há uma nítida insuficiência na esquerda para transformar os possíveis. A atomização do trabalho, a sofisticação da indústria cultural e o avanço das tecnologias de repressão, em suma, apontam para as explicações objetivas dessa situação. No entanto, o que mais nos interessa aqui é a condição subjetiva: quais modelos de sujeito utilizamos para traçar os problemas da dimensão das condutas? E como esse sujeito pode ser afetado e afetar por meio da crítica? Enfim, se a ética foi a tentativa de objetivar o mundo da “liberdade”, é porque se assentou o modelo moderno de sujeito, dotado de uma consciência transcendental indivisível. Uma ética de esquerda, que se pretende revolucionária, deverá revisar esse modelo individual para aumentar suas chances de transformar condutas, escapando da simples “elevação de consciência”.

100 Anos de Lênin: a Melancolia de uma Utopia – Leonardo Silvério
| |

100 Anos de Lênin: a Melancolia de uma Utopia – Leonardo Silvério

Nesses 100 anos da morte de Lênin que se completam em 21 de Janeiro de 2024, quais são as reflexões que nos tomam? Em que medida seu legado nos alcança e a que medidas ele ainda nos impele com sua atualidade? Qual é a circunstância da melancolia de esquerda neste quadro?

Aula pública com Marilena Chauí – greve da USP 2023
| |

Aula pública com Marilena Chauí – greve da USP 2023

Aula pública com Marilena Chauí ocorrida no dia 18/10/2023 durante a greve da USP. Uma das principais reivindicações da greve foi a contratação de professores. As conquistas foram parciais. Marilena vê a greve como vitoriosa. Mas a luta continua… Fotos de Leonardo Silvério